quinta-feira, 23 de junho de 2011

Natas do céu (2 versões)


Natas do céu

Ingredientes:
300g de Bolacha Maria
3 pacotes de natas
4 ou 5 c. de sopa de açúcar
1 pacote de Chantilly fixe
bage cremin ou creme de ovos qb

Preparação:
Triture a bolacha Maria, se pretender a versão semi-frio, junte 50 a 60g de manteiga derretida e misture bem. Se pretender a versão na taça não adicione a manteiga.
Coloque a bolacha numa forma de aro amovível ou polvilhe a taça com alguma bolacha.
Bata as natas com o açúcar e o chantilly fixe até obter um creme bastante consistente, se necessário junte 2 pacotes de chantilly fixe).
Verta o preparado das natas na forma de aro amovível  ou algumas colheradas na taça.
Faça o bage cremin como indica na embalagem e coloque por cima das natas.
Se pretenter a versão taça faça várias camadas (bolacha, natas, bolacha, natas, creme, etc...)
Leve ao frigorifico durante algumas horas ou 45 min. ao congelador.


Observações:
Como o próprio nome indica esta sobremesa é divina, seja qual a versão que preferir.
Se não tiver chantilly fixe não se preocupe, pois poderá fazer na mesma a sobremesa, o chantilly fixe apenas ajuda as natas a ficarem mais consistentes de forma a não se precisar de folhas de gelatina no semi-frio... caso a faça sem este ingredientes junte 4 a 5 folhas de gelatina derretidas em água ou natas quentes. Na versão taça poderá fazer apenas com as natas batidas com o açúcar, que o resultado também é bom.
A versão taça foi confeccionada com bolacha Maria de chocolate, mas poderá fazer com qualquer bolacha a gosto, até mesmo daquelas com pepitas ou receheio de chocolate.

10 comentários:

  1. Adoro!! Já experimentei as 2 versoes!

    ResponderEliminar
  2. Fresquinho cai que nem ginjas.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Com certeza o nome diz tudo....delícia!!!jus e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Maravilha das maravilhas, adorei a sua receita, deve ser divinal

    bjs

    http://pimentinhasnacozinha.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Numa versão ou noutra certamente que ficaram ambas deliciosas.
    Adoro natas do céu, sempre que vou a um restaurante é essa a sobremesa que peço =)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Parece muito bom, vou tentar fazer. Abraços, Adriana.

    ResponderEliminar
  7. Em que parte do preparado misturo a gelatina? gostava fazer na versão semi frio em forma amovível.

    ResponderEliminar
  8. a gelatina é para juntar as natas do semifrio, para que as natas fiquem mais sólidas, mas se usar chantilly fixe nem é preciso usar gelatina

    ResponderEliminar

Obrigada pela sua visita!
Espero que tenha gostado e que volte mais vezes!
Beijinhos da Marinex